Caldas da Rainha: as muitas histórias do hospital termal mais antigo do mundo

0 Shares
0
0
0

As Caldas da Rainha são um caso singular no panorama termal, não só português como mundial. Foi aqui que nasceu, em 1485, o hospital termal mais antigo do mundo: são 535 anos de uma História riquíssima, que começa com uma viagem de uma rainha.

Reza a lenda que, nos idos de 1484, passou por estas terras a comitiva da rainha D. Leonor, esposa de el-rei D. João II, em trânsito de Óbidos para a Batalha. No sítio onde se viriam a erguer as Caldas, viu pessoas a banharem-se em águas fumegantes, de cheiro forte, que brotavam de uma fonte. Intrigada, quis saber a que se devia o banho, atividade pouco habitual naqueles tempos, ficando a saber que eram doentes que encontravam alívio e cura naquelas águas.

D. Leonor, que também padecia de uma enfermidade, quis comprovar o poder terapêutico das águas, tendo registado melhoras. Convencida, a rainha decidiu criar melhores condições para os enfermos e, no ano seguinte, ordenou a construção de um hospital naquelas terras, que pertenciam à Casa das Rainhas desde 1281. Para servir o hospital, a soberana concedeu foral à povoação que se formou em seu redor, na altura com 30 moradores, sendo-lhes concedidos vários privilégios, como isenção de impostos.

(o artigo continua na página seguinte)

0 Shares
Também pode gostar

Estâncias termaisTermas do Carvalhal, uma história com 200 anos

As Termas do Carvalhal, no belíssimo território de Castro Daire, é uma das unidades termais mais importantes da região Centro. Mas nem sempre o foram. Ao contrário de outras, as propriedades curativas das águas são uma descoberta relativamente recente. “Águas…

Estâncias termaisCuria, a água que curou o engenheiro francês

A história das Termas da Curia começa como a de muitas outras estâncias termais. Começa por uma nascente, que jorrava água borbulhante diretamente da terra, e pela sabedoria popular, que descobriu, empiricamente, as suas propriedades curativas. Nesta história também tem…