As Termas: um aliado de excelência no combate à asma

61 Shares
60
0
1

Em Portugal, calcula-se que cerca de 1 milhão de pessoas sofra de asma, doença cujo dia mundial se celebra hoje, a 5 de maio.

As curas termais são, comprovadamente, um poderoso aliado de quem procura alívio para os sintomas da asma e, até, cura para a doença. O recurso à água como terapêutica, em especial para situações de asma e rinite alérgica, é uma realidade com origens ancestrais, que remontam ao início da história da humanidade.

A legislação portuguesa reconhece as estâncias termais como unidades prestadoras de cuidados de saúde e aprova as indicações terapêuticas para o uso das águas minerais naturais. A asma brônquica é, precisamente, uma das indicações terapêuticas para frequentar uma estância termal, sendo uma das doenças incluídas nas comparticipações de tratamentos termais asseguradas pelo Serviço Nacional de Saúde, no projeto-piloto que se iniciou em 2019.

O que é, afinal, a asma?

A asma é uma doença inflamatória crónica das vias respiratórias. A ciência ainda não conhece com exatidão os mecanismos que levam ao aparecimento da doença, mas sabe-se que esta é potenciada por agentes externos, como pólenes, ácaros ou poluentes. A exposição a estes agentes desencadeia uma resposta do sistema imunitário, com inflamação das vias aéreas, o que provoca a dificuldade em respirar característica da asma.

A inflamação leva à hiperprodução de muco brônquico e à contração da musculatura das vias aéreas, com diminuição do seu diâmetro. Como consequência, surge a falta de ar, a tosse e os sibilos. Os sintomas são normalmente reversíveis, com medicação adequada, inaladores e com tratamentos complementares – sendo que os tratamentos termais são especialmente indicados.

De que forma é que as Termas ajudam a aliviar e a tratar os sintomas da asma?

O tratamento termal traz benefícios para os asmáticos tanto a nível preventivo como curativo, uma vez que as curas termais têm influência direta nos mecanismos que provocam a inflamação. Os efeitos são notórios a curto, médio e longo prazo, com redução do número de crises asmáticas e do uso de medicamentos. As melhorias no bem-estar e na qualidade de vida do paciente são evidentes.

O tratamento termal traz benefícios para os asmáticos tanto a nível preventivo como curativo, uma vez que as curas termais têm influência direta nos mecanismos que provocam a doença

Sendo aconselhados durante todo o ano, o período que se segue aos meses mais quentes de verão é particularmente adequado para tratamentos termais que visem a asma. Isto porque, realizadas em conjugação com tratamentos médicos, as curas termais possibilitam um inverno mais tranquilo, com menos crises asmáticas e menor recurso a inaladores.

Os tratamentos recomendados conciliam a utilização da água mineral natural de forma interna, como os aerossóis ou nebulizações, que permitem o contacto da água mineral com a mucosa respiratória, com a cinesioterapia específica para esta problemática. São também desenvolvidas atividades em piscina, para reforço da capacidade respiratória, usando também as propriedades físicas da água, para além da composição química.

As águas sulfúreas e as águas bicarbonatadas sódicas são as mais indicadas para o tratamento da asma. As sulfúreas – administradas sob a forma de inalação, irrigação, pulverização, aerossolização e nebulização – têm o efeito de aumentar a defesa da mucosa brônquica, restaurando as características do muco; as bicarbonatadas sódicas, por sua vez, têm um efeito descongestionante, aliviando os sintomas e melhorando o sistema respiratório.

Além disso, a própria ação do calor e da pressão, proporcionados pelas Termas, provocam uma estimulação do sistema respiratório, contribuindo para aumentar a sua resistência.

Acresce que o próprio ambiente balnear tem efeitos psicossomáticos no paciente: a atmosfera quente e húmida das Termas induz ao relaxamento e tranquilidade, com efeitos benéficos no sistema respiratório em geral, hidratando-o e ampliando as possibilidades terapêuticas.

O período que as pessoas passam nas termas pode e deve ser também aproveitado para uma reeducação respiratória, que por si só favorece, a longo prazo, melhorias evidentes no sistema respiratório. Afinal, a componente de educação para a saúde é uma característica que faz das Termas unidades terapêuticas de excelência.

www.termascentro.pt

61 Shares
Também pode gostar

Para cuidarCombata a obesidade com uma visita às Termas!

A obesidade é um dos maiores problemas de saúde pública a nível global. A Organização Mundial de Saúde (OMS) considera-a, aliás, a “epidemia do século XXI”. Não é para menos: os dados mais recentes indicam que mais de 1,9 mil…

Para cuidarRetenção de líquidos? As Termas podem ajudar!

O corpo humano é constituído por cerca de 70% de água. Este líquido vital está presente no interior e no exterior das células que constituem o nosso corpo. Quando o excesso de líquido se acumula nos tecidos, estamos perante uma…

Para cuidarÉ hipertenso? As Termas podem ajudá-lo!

A hipertensão é a principal causa de doença cardiovascular e de morte prematura em todo o mundo. Estima-se que cerca de 40% da população portuguesa é hipertensa, em maior ou menor grau. Segundo a Fundação Portuguesa de Cardiologia, apenas 50%…