8 passeios a não perder nas Caldas da Rainha

28 Shares
27
0
1

Passar tempo de qualidade nas Termas Centro é optar por centros de excelência que proporcionam os melhores cuidados de saúde. Significa, também, escolher um destino ideal para relaxar e reencontrar-se consigo mesma(o) e com os seus. Mas representa muito mais do que isso: visitar qualquer estância das Termas Centro é descobrir toda uma envolvência natural, cultural e gastronómica. 

Deixamos-lhe aqui oito sugestões de sítios onde tem mesmo de passear com a família na próxima visita que fizer às Caldas da Rainha!

Parque Dom Carlos I

O Parque Dom Carlos I é uma das joias da coroa das Caldas da Rainha. Trata-se de um jardim romântico que envolve o antigo hospital termal, erigido durante o reinado de D. João V, há cerca de 300 anos. Inicialmente, era um local de recuperação física, onde os pacientes do hospital termal podiam passear e beneficiar do seu efeito relaxante. No final do séc. XIX, o parque converteu-se numa zona de ócio, com um lago central artificial, amplas alamedas e um coreto. Remodelado em meados do séc. XX, o Parque D. Carlos I foi alargado e passou a incluir o Museu José Malhoa e um restaurante. É visita obrigatória nas Caldas da Rainha!

Rota Bordaliana

É impossível falar-se das Caldas da Rainha sem recordar Rafael Bordallo Pinheiro, figura de referência na cultura portuguesa do séc. XIX, celebrizado pelas caricaturas e pelas peças de cerâmica. A Câmara Municipal das Caldas da Rainha criou, em boa hora, a Rota Bordaliana, uma rota cultural dedicada a Bordallo Pinheiro, que nos leva à descoberta de réplicas gigantes de peças do artista espalhadas pela cidade. Uma rã de 1,4 metros, o Zé Povinho, as andorinhas, o Padre Cura, rãs, gatos, sardões, caracóis, macacos ou folhas de couve são algumas das figuras icónicas da rota, que é para ser feita a pé. Dica: comece a visita no posto de turismo das Caldas da Rainha, onde lhe será entregue um mapa com todas as peças assinaladas nos respetivos locais.

Mercado diário de fruta e de vegetais ao ar livre

É na Praça da República das Caldas da Rainha que pode encontrar o único mercado diário de fruta e de vegetais ao ar livre em Portugal – que funciona no mesmo local desde o séc. XV! Todos os dias, a Praça da Fruta se enche de cor e aromas únicos, atraindo tanto os visitantes como os produtores locais.

Roteiro da Água

O Roteiro da Água convida-nos a recuar no tempo e a compreender como a água foi, e é, fundamental no desenvolvimento das Caldas da Rainha. O roteiro leva o visitante às Termas, aos chafarizes e ao lago do Parque, antes de sair dos limites da cidade e se deslocar à Lagoa de Óbidos. Nas termas, ficamos a conhecer o hospital termal; depois, descobrimos três chafarizes: o chafariz da Estrada da Foz, o Chafariz da Rua Nova e o Chafariz das 5 Bicas. No Parque da Mata, vislumbramos o antigo aqueduto que os abastecia. Muito perto vemos também o Jardim da Água. O lago no centro do Parque Dom Carlos I é outro ponto obrigatório do trajeto, que nos leva depois à Lagoa de Óbidos e à Foz do Arelho. Não se esqueça de visitar primeiro o posto de turismo, para mais informações sobre este roteiro.

Roteiro Arte Nova

A Arte Nova viveu uma época de ouro em Portugal nas duas primeiras décadas do séc. XX. Nas Caldas da Rainha, este período é bem visível nos azulejos, nos trabalhos de ferro forjado, na marcenaria ornamental em portas e janelas e nas cantarias decorativas. O roteiro de arquitetura de Arte Nova demora cerca de uma hora a percorrer e centra-se na Praça da República, na Praça 5 de Outubro e na Rua Dr. Miguel Bombarda, entre outros locais emblemáticos da cidade. Mais informações no posto de turismo.

Lagoa de Óbidos

A poucos minutos das Caldas da Rainha, a Lagoa de Óbidos é um dos locais mais deslumbrantes da costa ocidental de Portugal. Ecossistema onde diversas espécies encontram um privilegiado habitat, são muitas as aves aquáticas e migratórias que podem aqui ser observadas. É também um espaço ideal para a prática de inúmeros desportos aquáticos, e um destino muito especial para ver extraordinários pores do sol, ao fim da tarde!

Foz do Arelho (e os passadiços)

Na confluência da Lagoa de Óbidos com o Oceano Atlântico encontramos a praia da Foz do Arelho, onde há água em abundância. De um lado, a lagoa de Óbidos; do outro, a praia aberta ao mar, que há décadas é um destino preferencial dos veraneantes. É também uma praia privilegiada para a prática de desportos náuticos. Uma atração recente são os passadiços das arribas da Foz do Arelho, desenhados pela arquiteta paisagista Nádia Schilling. Os miradouros são deslumbrantes.

Salir do Porto e Paul de Tornada

Um pouco mais a norte, na margem do rio Tornada, encontramos a praia de Salir do Porto, famosa pela sua duna de 50 metros de altura. É a maior duna em Portugal e palco de constantes subidas e descidas! Não muito longe, podemos observar aves na Reserva Natural Local do Paul de Tornada.

Mais informações sobre a estância termal das Caldas da Rainha aqui.

www.termascentro.pt

28 Shares
Também pode gostar

Ver e fazerLuso: roteiro pela vila termal (e arredores)

Os territórios onde estão implantadas as estâncias termais da rede Termas Centro são verdadeiramente deslumbrantes. Um período passado nas Termas é, por isso, recompensador de diversas formas. Além de contribuírem para a regeneração do corpo, sendo eficazes no tratamento de…

Ver e fazerOs melhores passeios a pé nas Termas de Manteigas!

As Termas de Manteigas são o destino ideal para quem procura conciliar tratamentos termais de qualidade com a descoberta da natureza em estado puro, contribuindo assim para a promoção do bem-estar físico e espiritual. Inseridas em pleno Parque Natural da…

Viva Termas CentroMousse de coco e limão

Em 2017, as Termas Centro iniciaram o Ciclo de Eventos “Viva Termas Centro”, com o objetivo de dinamizar as estâncias termais da região. Entre as várias iniciativas já realizadas, destacam-se os workshops de degustação nas várias estâncias termais, da autoria…

Viva Termas CentroGratinado de peixe e batata-doce

Em 2017, as Termas Centro iniciaram o Ciclo de Eventos “Viva Termas Centro”, com o objetivo de dinamizar as estâncias termais da região. Entre as várias iniciativas já realizadas, destacam-se os workshops de degustação nas várias estâncias termais, da autoria…